Gambrinus produz 17 mil bolinhos de bacalhau por ano

Por mês, são usados 200 quilos de bacalhau para fabricar cerca de 1300 unidades do produto

Os bolinhos de bacalhau do Restaurante Gambrinus, conhecidos por seu sabor único e produção totalmente artesanal, tiveram cerca de 17 mil unidades consumidas em 2019. Para fabricar a iguaria, são comprados quatro caixas com 50 quilos de bacalhau por mês.
Segundo o proprietário do restaurante, João Melo, são cerca de 1.300 unidades do mês. “Por mês, compramos 200 quilos de bacalhau aqui do próprio mercado público e levamos cerca de quatro dias no processo de dessalgar e misturar com os outros ingredientes para produzir os bolinhos. Sem dúvidas, é o item mais tradicional do nosso cardápio e o mais pedido por quem nos visita”, afirma.
Para João, o segredo do sucesso é a tradição na fabricação do produto. “Prezamos sempre pela qualidade de manter o bacalhau fresco, usar os mesmos ingredientes desde a sua concepção, servir frito na hora e quentinho para os clientes. O ponto principal é manter os mesmos processos e quantidades da receita”, afirma.
Para 2020, Melo projeta aumentar a venda do produto. “Pretendo que o restaurante no próximo ano, através de ações estratégicas de venda, passe os 20 mil bolinhos consumidos ao longo do ano”, disse.