Uma degustação só de inéditos com Pascal Marty

Elegance Nature blancs de blancs e Armando Tannat 2017 foram os preferidos entre os participantes do evento no jardim da Peterlongo

Entre vinhedos e à sombra de uma nogueira centenária, apaixonados por experiências exclusivas em torno do mundo do vinho, povoaram o jardim da Peterlongo, no sábado, 17, para viver uma tarde, no mínimo, diferente. Como era esperado, o 2º Tasting Peterlongo foi muito além de uma degustação. O enólogo francês Pascal Marty, winemaker da Peterlongo desde 2016, e Deise Tempass, enóloga responsável da vinícola, conduziram uma degustação descontraída, harmonizada com a natureza do local e música ao vivo.

Três vinhos e três espumantes que ainda não estão no mercado foram degustados às cegas. Além de antecipar o que estará sendo lançado nos próximos meses, a Peterlongo também quis saber qual a preferência do consumidor. Para saber quais as impressões do público sem tirar o prazer da experiência, foi distribuída uma ficha simplificada, onde cada participante deu uma nota de 1 a 10 para cada produto. O grande campeão, favorito entre a maioria, foi o Elegance Nature, que mesmo com previsão de chegar ao mercado somente em 2020, alcançou uma média de 9,3 pontos. Champenoise com 36 meses de autólise – hoje com 16 meses -, o espumante é um Blancs de Blancs 100% Chardonnay, com fermentação de uma parte do vinho base em barricas de carvalho francês.

Na sequência, com uma média de 9,1 pontos, o Armando Tannat 2017, elaborado a partir de uvas cultivadas em vinhedos próprios em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste. O vinho está em barricas de carvalho francês e será engarrafado em abril de 2019. Ao final, enquanto recebiam o Certificado de Participação, todos compartilharam com os demais qual o produto preferido. “Foi um momento agradável e descontraído. As pessoas expressaram suas impressões, emoções e preferências”, destaca Deise.

“Reunir pessoas que têm em comum o gosto pelo vinho e que estão dispostas a compartilhar uma vivência que foge o tradicional e que valoriza o trabalho do enólogo é surpreendente, ainda mais num lugar como este, que transborda história. Conseguimos unir a degustação com a socialização da bebida, porém de um jeito leve e até divertido. O contato com as pessoas se torna muito mais prazeroso”, ressalta Marty.

Pascal Marty, que liderou projetos ícones mundiais como Almaviva e Opus One, imprime sua larga experiência no Brasil de forma exclusiva no projeto da Peterlongo desde 2016. Nesses dois anos, uma verdadeira revolução no reposicionamento da marca apresenta uma nova Peterlongo. Com o desafio de elaborar um vinho ícone brasileiro, Marty, junto com a Deise e uma equipe técnica formada por diversos profissionais, comenda um processo ambicioso que inicia no vinhedo, passando por todas as etapas de elaboração, até chegar à mesa do consumidor. O 3º Tasting Peterlongo será realizado no segundo semestre de 2019 em data a ser definida.

Quem é Pascal Marty

Engenheiro agrônomo e enólogo francês formado pelo Instituto de Enologia de Bordeaux em 1982, Pascal Marty foi winemaker da Baron Philippe de Rothschild SA por mais de 14 anos, onde integrou o processo de expansão global da empresa e se transformou em um dos maiores nomes do setor no mundo. Responsável por alguns dos projetos vitivinícolas mais ousados e bem sucedidos do mundo, atualmente Marty vive e empreende no Chile, onde é proprietário da Viña Marty e ainda presta serviços de consultoria a um grupo seleto de empresas em regiões vinícolas de destaque.

Durante sua atuação na Baron Philippe de Rothschild AS coube a Pascal Marty implantar e acompanhar o desenvolvimento e gestão da associação franco-america com Robert Mondavi que resultou no Opus One, em 1984. O projeto é o considerado o primeiro vinho ultra premium do mundo. Pascal Marty acompanhou a construção de uma vinícola inovadora que deu origem ao vinho que uniu a tinta Cabernet Sauvignon e outras variedades de Bordeaux, como Cabernet Franc e Merlot. Com o passar dos anos o ousado projeto que uniu dois gigantes da indústria vitivinícola mundial acumulou prêmios e fama e criou seu próprio nicho de mercado.

Em 1997 Pascal Marty foi o escolhido para ser Co-CEO e winemaker de Viña Almaviva S.A, no Chile. Joint venture criada pela Baron Phillippe em parceria com a Concha y Toro a Viña Almaviva lançou o primeiro ultra premium chileno e deu novo status ao vinho latino americano. Marty acompanhou pessoalmente a revitalização de 40 hectares de vinhedos e a construção de uma vinícola icônica e que em pouco tempo transformou seus vinhos em sinônimo de qualidade e desejo em várias partes do mundo. Desde a sua criação, Viña Almaviva é considerada uma das principais vinícolas do Chile, com pontuações entre 95 e 100 pontos de personalidades proeminentes da indústria como Robert Parker e revistas internacionais, como a Wine Spectator.

Em 2003, Pascal teve a oportunidade de construir e desenvolver um projeto único que levou à criação do primeiro vinho ícone da Vina Cousino Macul, chamado Lota. Desde o seu lançamento, este conjunto de uvas tintas de qualidade super premium recebeu notas acima de 93 pontos e elogios de líderes da indústria vitivinícola.

Com uma longa história na indústria do vinho chileno e do mundo, Marty tem sido reconhecido como um ícone no velho e novo mundo do vinho. Atualmente ele mantém algumas poucas consultorias escolhidas a dedo no mundo e comanda sua própria vinícola, a Viña Marty, no Chile, onde a tradição e experiência do Velho Mundo de fundem com a modernidade e inovação do Novo Mundo. NO Brasil, atua com exclusividade junto a Vinícola Peterlongo.

Os produtos degustados

Espumantes

Presence Brut Safra 2018 – Charmat elaborado com uvas Chardonnay e Riesling. Este lote, chega ao mercado em dezembro de 2018.

Privilege Extra Brut 2017 – Champenoise com 18 meses de autólise, elaborado a partir de um corte de Chardonnay e Pinot Noir. Chega ao mercado em janeiro de 2019.

Elegance Nature Blancs de Blancs – Champenoise com 36 meses de autólise – hoje com 16 meses. Blanc de Blancs 100% Chardonnay, com fermentação de uma parte do vinho base em barricas de carvalho francês. Estará no mercado em 2020, totalmente repaginado.

Vinhos

Armando Chardonnay 2018 – Elaborado a partir de uvas cultivadas em vinhedos próprios em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste. Passagem de 100% do vinho por barricas de carvalho francês por seis meses. Será engarrafado em dezembro.

Terras Syrah 2017 – Elaborado e engarrafado no Chile, chega ao mercado nesta semana.

Armando Tannat 2017 – Elaborado a partir de uvas cultivadas em vinhedos próprios em Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste. Passagem de 100% do vinho por barricas de carvalho francês por 12 meses. Será engarrafado em abril de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>